Doença descompressiva: aspectos fisiopatológicos e protocolo de tratamento hiperbárico

Doença descompressiva: aspectos fisiopatológicos e protocolo de tratamento hiperbárico

RESUMO

A doença descompressiva é provocada por mudanças súbitas na pressão ambiente, formando bolhas de nitrogênio nos líquidos corporais. As bolhas produzem lesão endotelial, embolização, processos compressivos e obstrutivos, com subsequente isquemia dos tecidos. O tratamento efetivo é a recompressão e descompressão gradual em câmara hiperbárica. O perfluorocarbono emulsificado é uma droga promissora que pode melhorar a terapia tradicional, pois aumenta a dissolução do nitrogênio no plasma, acelera a depuração das bolhas e reduz a mortalidade.

Leer más